Pesquise Aqui!

Mãe e Filha Uma relação de Amor

|| ||

Estive agora a pouco refletindo sobre meu relacionamento com minha filha de 14 anos que tem de mim os traços de personalidade que menos me agradam... Obstinada, extremamente crítica... E em minha relação com ela e como rimos juntas.
Bem, eu sou a palhaça e faço ela rir o tempo todo contando minhas loucuras juvenis , que vá lá não são muitas, mas acho que é um modo de mostrar que não sou nenhuma mulher maravilha.
Como sempre falo pra ela ...
- Minha filha eu já fui adolescente, sei bem o que é isso!
Hoje à noite rimos muito enquanto eu contava das vezes que subia no poste pra ver jogo de futebol, nas caronas que tinha que pegar pra voltar da escola, pois não tínhamos transporte escolar e de como eu não tinha noção nenhuma de perigo aos 12 anos de idade. Isso tudo com meu toque humorístico de quem não tem senso de ridículo.
Gosto desses momentos afetuosos e sinceros em que agente não é muito mãe, é mais uma amiga com cara de 29 e cabeça de 14, por que no fundo somos todos crianças diante do universo ... Tudo é tão gigante e nós tão pequeninos.
Amanda é uma jóia rara, obstinada, meio dura, mas no fundo sensível embora ela custe a admitir, eu mesmo vivo pousando de forte, mas no fundo sou apenas uma criança.
Diga-se de passagem uma criança sem senso nenhum de ridículo, daquelas que alguém tem que por um freio senão nunca fecha a torneirinha de asneira.
Minha filha deve pensar que sou louca, mas loucura mesmo seria afastá-la de mim pousando de mulher maravilha.

Seguidores

Google+ Badge